NOTÍCIA

  12 de May de 2021

Elmano Férrer anuncia que ponte estaiada de Santa Filomena será inaugurada dia 20 de maio e confirma recursos para viabilizar outra ponte sobre o rio Parnaíba

O Piauí vai contar com mais uma ligação rodoviária com o Maranhão, por meio da ponte estaiada de Santa Filomena, que será inaugurada no próximo dia 20. "O ministro da Infraestrutura, Tarcísio de Freitas, e o diretor-geral do Dnit, general Santos Filhos, assinaram a ordem de serviço desta ponte em junho de 2019, com prazo de construção de 24 meses. Portanto, esta é mais uma obra do governo Bolsonaro concluída antes do prazo", destaca o senador Elmano Férrer, que é vice-líder do governo no Senado.

Segundo o parlamentar, a solenidade de inauguração vai contar com a presença do presidente Jair Bolsonaro, que será acompanhado pelo ministro Tarcísio de Freitas. "Será um grande evento para o nosso estado", comenta o senador. A nova ponte, que liga Santa Filomena (PI) a Alto Parnaíba (MA), é um prolongamento da BR-235. O equipamento tem 185 metros de extensão, com dois vãos laterais de 50,50 metros e um vão central de 84 metros.

A construção desta ponte, conforme Elmano Férrer, concretiza um antigo sonho - de mais de 30 anos - dos moradores da região e dos produtores de grãos dos cerrados piauienses e maranhenses. "Com a nova travessia, vamos agilizar o escoamento da produção e baratear o frete, garantindo mais competividade para os grãos produzidos na área do Matopiba, que inclui os cerrados do nosso estado. Na prática, isso também significa mais renda para os piauienses da região", avalia o parlamentar.

Outra ponte

Elmano Férrer e o senador Ciro Nogueira estão à frente de um novo projeto, que prevê a construção de mais uma ponte sobre o rio Parnaíba, na mesma região, unindo Ribeiro Gonçalves (PI) ao município maranhense de Tasso Fragoso pela BR-330. Segundo Elmano Férrer, já estão assegurados os recursos para a realização desta obra, que será executada pelo Dnit/PI. "As duas pontes fazem parte de um conjunto de investimentos do governo Bolsonaro, que visa ampliar a infraestrutura nos cerrados do Piauí e do Maranhão", explica o senador.