NOTÍCIA

  11 de February de 2021

Elmano Férrer diz que obra vai acabar com um dos pontos de maior congestionamento da capital

O rebaixamento da Avenida João XXIII vai garantir mais qualidade de vida para quem circula diariamente pela região da Ladeira do Uruguai. Com a conclusão da obra, as pessoas vão perder menos tempo nos deslocamentos de casa até o trabalho

O rebaixamento da Av. João XXIII, uma das mais importantes obras do Contorno Rodoviário de Teresina, deve ser iniciado no segundo semestre deste ano. O senador Elmano Férrer (PP/PI), que está à frente desta ação, já disponibilizou os recursos para a realização da obra. O projeto também está definido e o próximo passo será a finalização do processo de licitação, que foi iniciado. E, esta semana, o Dnit/PI divulgou a maquete deste projeto, que deve gerar um grande impacto positivo na mobilidade urbana da capital piauiense.

Conforme o projeto, será construída uma trincheira de 780 metros de comprimento na Avenida João XXIII, com até nove metros de profundidade. “Nesta obra, vamos acabar com o balão da Ladeira do Uruguai, que é um dos pontos de maior congestionamento na capital, por onde passam quase25 mil veículos por dia”, explica Elmano Férrer. Segundo ele, em breve quem entra ou sai de Teresina pela Avenida João XXIII ou pela BR-343(sentido Altos) vai passar por baixo da Avenida Zequinha Freire. “Com esta mudança, vamos garantir mais fluidez ao trânsito e reduzir os acidentes na região”, prevê o senador.

Por outro lado, portanto, o fluxo da Avenida Zequinha Freire, no sentido Novafapi, seguirá por cima. O projeto está orçado em R$ 22 milhões. E aexecução da obra, a cargo do Dnit/PI, deve se estender por dois anos. “O rebaixamento da Avenida João XXIII vai garantir mais qualidade de vida para quem circula diariamente pela região da Ladeira do Uruguai. Com a conclusão da obra, as pessoas vão perder menos tempo nos deslocamentos de casa até o trabalho. E estamos felizes em viabilizar este projeto, que tem o apoio do presidente Bolsonaro e do ministro da Infraestrutura, Tarcísio de Freitas”, comenta Elmano.