Já está disponível a 3ª edição do VADE MECUM

INSCREVA-SE

NOTÍCIA

  04 de abril de 2016

Elmano Férrer lembra 30 anos da UESPI no Senado Federal

Em discurso no Plenário nesta segunda-feira, o senador ressaltou a importância de investimentos em educação e soluções que viabilizem a autonomia financeira da instituição.

O senador Elmano Férrer (PTB-PI) fez um pronunciamento nesta segunda-feira (04), para saudar os 30 anos da Universidade Estadual do Piauí (UESPI). Na oportunidade, lembrou as conquistas e dificuldades ao longo desse período de funcionamento e ressaltou a importância de investimentos e implantação de soluções que viabilizem a autonomia financeira da instituição.

Elmano Férrer destacou que a Universidade Estadual do Piauí tem diversos projetos sociais no estado, mas sofre com grandes dificuldades financeiras, que afetam a infraestrutura. Ele citou que instituição encampa diversos projetos como “Lagoas Digitais”, que promove inclusão social da população ao Parque Lagoas do Norte, além de projetos voltados para qualidade de vida do idoso e programa de educação na reforma agrária.

“A UESPI enfrenta dificuldades de ordem orçamentária e financeira que impactam diretamente a infraestrutura muitas vezes precária dos seus vários Campi, seus programas de pesquisa e extensão”, disse.

Durante o discurso, o senador informou que está em curso a elaboração de um estudo, por parte de uma comissão de professores, para propor ao Governo do Estado soluções que viabilizem sua autonomia financeira. Elmano destacou a importância desta conquista para manutenção da estrutura. A UESPI já formou mais de 100 mil alunos em formação superior. Atualmente, a universidade conta com mais de 22 mil alunos, em 16 Campi e 25 núcleos. São 211 cursos nas diversas modalidades, além de cinco programas de mestrado.

Visita

Em recente visita à UESPI, o senador Elmano Férrer discutiu com o reitor Nouga Cardoso as principais demandas da instituição. Nesta reunião, debateram sobre investimentos não só em emendas parlamentares, mas empenho em buscar recursos junto aos programas ministeriais voltados para educação, ciência e tecnologia, infraestrutura e outras áreas. Também foram entregues exemplares de Constituições Federais em braile, impressas pela gráfica do Senado Federal, para o acervo das bibliotecas.