Já está disponível a 3ª edição do VADE MECUM

INSCREVA-SE

NOTÍCIA

  23 de junho de 2016

Elmano Férrer relembra que após três anos de manifestos país continua sem reformas

O senador fez um pronunciamento para falar que pouco se viu mudanças de 2013 até hoje no sentido de grandes Reformas no Brasil.

O senador Elmano Férrer (PTB-PI) discursou nesta quinta-feira (23) para relembrar que aconteceram há três anos uma onda de protestos que se espalhou no Brasil em 2013, tomando grandes proporções em todas as regiões.  Segundo ele, os manifestos de junho de 2013 apresentaram reivindicações diversas: por melhorias no serviço público, contra corrupção e necessidade de grandes reformas como Tributária e Política, mas poucas mudanças tiveram até o momento.

Para o senador Elmano Férrer, pouco se viu efetividade para que as pretensões populares fossem atendidas. Ele afirmou que houve, naquele momento, um questionamento da democracia representativa, em uma manifestação sem líderes e sem bandeiras, que se espalhou por todo país.

“Passados três anos qual a resposta dada pelo Congresso Nacional aos reclames da população? A gente observa que houve alguns avanços, mas a população continua a reclamar dos Poderes Executivo e Legislativo. Temos uma dívida com a população brasileira. Temos que fazer a Reforma Política, fazer a reinvenção do estado e o Pacto Federativo”, disse Elmano Férrer.

O senador também ressaltou a crise Federativa, pelo qual atravessa os estados e municípios e lembrou que a população é quem mais sofre, pois os serviços públicos deixam a desejar.  “Os municípios desse país agonizam, estão na UTI. A saúde, educação, transporte e muitos serviços que não atendem aos desejos e aspirações da nossa população. Por isso, devemos muito a sociedade brasileira”, afirmou Férrer em Plenário.