NOTÍCIA

  09 de March de 2020

Iniciada etapa final da obra do viaduto do Mercado do Peixe

Os recursos para a obra foram garantidos pelo senador Elmano Férrer

O senador Elmano Férrer (Podemos) realizou nesta segunda-feira, 9, visita às obras do viaduto próximo ao Mercado do Peixe, que integra o projeto do Contorno Rodoviário, em Teresina. No local passam diariamente 33 mil veículos.

Nesta semana iniciou a etapa de finalização da obra, com o içamento de 27 vigas de quase 50 metros com 100 toneladas cada. Os recursos para a viabilização do viaduto foram assegurados pelo senador Elmano Férrer que tem atuado na área de infraestrutura e mobilidade urbana.

"Esse viaduto próximo ao Mercado do Peixe termina agora em abril. Os outros, rodoferroviários, estará concluído em dezembro. Vamos licitar ainda nesse semestre o outro viaduto, localizado na avenida João XXIII. Essas obras vão melhorar a mobilidade urbana de Teresina. Nesses trechos há problemas no trânsito, que precisam ser resolvidos. As obras vão beneficiar milhares de pessoas que passam na região do Grande Dirceu e futuramente na ladeira do Uruguai", afirmou o senador durante visita às obras acompanhado do superintendente do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT) no Piauí, Ribamar Bastos.  

Elmano ressaltou ainda o trabalho que vem articulando junto ao Governo Federal para a realização das duplicações das BRs. O senador garantiu R$ 15 milhões para o viaduto do Mercado do Peixe, R$ 15 milhões para os viadutos rodoferroviários e cerca de R$ 40 milhões para a duplicação da BR-316.  "Estou trabalhando para garantir os recursos para a duplicação na BR-343. Recursos para a BR-316 já temos. São obras que já eram para ter sido feitas. Aqui é a única capital sem duplicação nas saídas, atrapalhando o fluxo de carros e transporte de cargas. Isso vai acabar agora", contou.

O superintendente do DNIT no Piauí, Ribamar Bastos, explicou sobre a interdição do trânsito na região da obra do viaduto. "Estamos na fase da obra do viaduto do Mercado do Peixe, o içamento das vigas. Para que seja feito o içamento, o tráfego está sendo interrompido por apenas 10 minutos, durante três dias na semana. Esse pequeno transtorno é infinitamente menor que o alcance da obra, que vai acabar com esse conflito de tráfego na região", explicou.