Já está disponível a 2ª edição do VADE MECUM

CADASTRE-SE

NOTÍCIA

  03 de agosto de 2017

Ministério da Integração Nacional garante orçamento para Adutora do Sertão

Segundo senador Elmano Férrer, o recurso será destinado para a execução do Estudo de Viabilidade Técnica Econômica e Ambiental (EVTEA).

O senador Elmano Férrer (PMDB-PI) esteve em audiência nesta quinta-feira (03) com ministro da Integração Nacional, Helder Barbalho, e a presidente da Codevasf, Kênia Marcelino, para tratar da Adutora do Sertão. O Ministério da Integração Nacional garantiu o recurso para a realização do Estudo de Viabilidade Técnica Econômica e Ambiental (EVTEA). Na reunião, também ficou acertado que a Codesvaf será o órgão responsável pela execução.

O senador Elmano Férrer terá reunião com a presidente da Codevasf, Kênia Marcelino, nesta sexta-feira, sobre questões operacionais do EVTEA, que é uma etapa imprescindível para garantir subsídio ao desenvolvimento do projeto de instalação da Adutora, identificando as alternativas viáveis e a compatibilidade com os investimentos previstos.

Para o senador, a Adutora do Sertão mostra-se resolutiva ao problema de abastecimento de água de milhares de pessoas que vivem na aridez do sertão piauiense, além de representar uma economia aos cofres públicos. “Ao longo de décadas são tomadas apenas medidas provisórias, com gastos elevados. O custo anual no Piauí com medidas emergenciais, como por exemplo carros-pipa, é de quase R$ 120 milhões”, afirmou o senador.

A ideia da Adutora o Sertão nasceu da CPRM-PI (Companhia de Pesquisa de Recursos Minerais), cujos técnicos elaboraram uma proposta técnico-científica para implantação de uma grande adutora que visa explorar o Aquífero Cabeças, a partir de 37 poços já existentes entre as cidades de Cristino Castro e Eliseu Martins, para captar água e levar para municípios da região do semiárido piauiense, trazendo solução definitiva para o problema de falta de água na faixa sudeste do estado do Piauí.