Já está disponível a 3ª edição do VADE MECUM

INSCREVA-SE

NOTÍCIA

  19 de April de 2017

Senador Elmano pede continuidade de obras de adutoras no Piauí

Em pronunciamento, nesta quarta-feira, Elmano Férrer ressaltou a preocupante situação do abastecimento de água no semiárido

O senador Elmano Férrer (PMDB-PI) discursou em Plenário nesta quarta-feira (19) sobre a situação hídrica na região do semiárido piauiense, especialmente os baixos níveis nos reservatórios de água. Também pediu por continuidade de obras em adutoras, que serviriam para o abastecimento de municípios do estado.

Durante o pronunciamento, o senador Elmano Férrer fez um relato sobre a atual situação de municípios, que estão com os reservatórios de água operando com volumes baixos.  Citou como exemplos, o açude de Bocaína, na região de Picos, açude Estreito, no município de Padre Marcos, além de outros municípios como Simões, Paulistana, São Raimundo Nonato, Pimenteiras e Pio IX. “Em Pio IX, tem o açude Cajazeiras, de 24,7 milhões de metros cúbicos, agora tem 0% de água. Ou seja, a precipitação pluviométrica que caiu no município não foi suficiente para o mínimo dessa barragem”, afirmou.  

Segundo o senador Elmano Férrer, as chuvas não sendo suficientes para aumentar o volume dos reservatórios, prejudicando o abastecimento em todo estado, principalmente nos municípios mais afetados pela seca. “É uma situação dramática, temos uma preocupação com os meses no verão deste ano”, disse.

Elmano Férrer também pediu a retomada de obras de Adutoras. Ele afirmou que a Adutora do Sudeste, que teve início em 2003, encontra-se parada, além da Adutora de Piaus, nos municípios de Fronteiras e Pio IX. Ele afirmou cujo o Açude Piaus está com 5% de água, volume insuficiente para mais de 60 dias.

Adutora do Sertão

O senador Elmano Férrer, aproveitou o discurso, para levantar mais uma vez a bandeira da Adutora do Sertão, que irá captar água subterrânea para o abastecimento de 51 municípios. Para ele, é a solução mais viável para o problema da falta de abastecimento de água na região do semiárido piauiense.

O recurso no valor de R$30,38 milhões para a realização do Estudo de Viabilidade Técnica, Econômica e Ambiental da Adutora do Sertão está assegurado na Lei Orçamentária Anual de 2017.