NOTÍCIA

  27 de May de 2022

Ciro e Elmano celebram a assinatura de Ordem de Serviço para o rebaixamento da Av João XXIII

Além de melhorar a fluidez no trânsito, a obra vai minimizar os riscos de acidentes na região

O projeto de rebaixamento da Avenida João XXIII vai começar a sair do papel. A ordem de serviço para a obra foi assinada hoje, em Brasília, pelo ministro Marcelo Sampaio, da Infraestrutura. O evento também contou com a participação do ministro Ciro Nogueira, da Casa Civil; do senador Elmano Férrer (PP/PI), que está à frente do projeto; e de outros parlamentares do estado, além do general Santos Filho, diretor-geral do Dnit.

“Estamos felizes em viabilizar este projeto, que terá um grande impacto na vida dos teresinenses”, comemora Elmano Férrer. Ele explica que o rebaixamento da João XXIII vai acabar com o balão da Ladeira do Uruguai, um dos principais pontos de engarrafamento da capital. “Além de melhorar a fluidez no trânsito, a obra vai minimizar os riscos de acidentes na região”, enfatiza o senador.

O projeto de rebaixamento está orçado em R$ 42 milhões. Para dar início à obra, Elmano Férrer já assegurou R$ 19,6 milhões no orçamento federal deste ano. “Estamos trabalhando para garantir todos os recursos necessários para a conclusão do projeto. Neste sentido, conto com o apoio do Presidente Jair Bolsonaro e do ministro Ciro Nogueira. E também devo um agradecimento ao ex-ministro Tarcísio de Freitas, que se empenhou pela concretização desta obra”, comenta o parlamentar.

Durante a solenidade, o ministro Marcelo Sampaio destacou o empenho de Elmano Férrer para a viabilização do rebaixamento e para a execução de outras obras de infraestrutura no Piauí. O ministro garantiu a conclusão integral do viaduto do Mercado do Peixe e destacou o compromisso com novas obras como a duplicaçãoda BR-343, de Teresina a Altos, além da terceira faixa da BR-316 em Picos. "E, no dia 6 de junho, estarei em Teresina, ao lado do senador Elmano, para inaugurar mais um trecho de 5km da duplicação da BR-316", avisa o ministro.
 
30 mil carros/dia
 
O rebaixamento da Avenida João XXIII é parte do Contorno Rodoviário de Teresina, o maior complexo de obras de mobilidade urbana da história da capital piauiense. O senador Elmano Férrer é o responsável pelas ações que viabilizam o Contorno Rodoviário, que inclui vários viadutos, como os Rodoferroviários, do Mercado do Peixe e do Dirceu, além da duplicação de um trecho da BR-343 entre a Ladeira do Uruguai e a ponte sobre o rio Poti, no Conjunto Tancredo Neves.

A execução destas obras é de responsabilidade do Dnit. O engenheiro Ribamar Bastos, superintendente do órgão no estado, diz que, no caso do rebaixamento da João XXIII, o prazo para a conclusão do projeto é de 24 meses. E ele defende a necessidade da obra: “Em 2018, 22 mil carros passavam diariamente pelo balão da Ladeira do Uruguai. Agora, são mais de 30 mil veículos/dia. O aumento acelerado na circulação de veículos gerou graves problemas, que precisamos resolver”, sentencia Bastos.

Aumento da frota

Já Elmano Férrer destaca que a frota de veículos de Teresina vem crescendo num ritmo acelerado. “A quantidade de veículos nas ruas da capital aumentou de 433 mil, em 2015, para 537 mil no ano passado. Em seis anos, mais de 100 mil novos carros e motos passaram a rodar na cidade. Este cenário impõe outras demandas. E o rebaixamento da Avenida João XXIII é uma resposta para melhorar a mobilidade urbana de Teresina”, comenta o senador.

Expansão imobiliária

Além do crescimento da frota de veículos na cidade, outro fator é apontado pelo parlamentar para explicar os frequentes congestionamentos no entorno da Ladeira do Uruguai. “A gente observa a expansão imobiliária ao longo da Avenida João XXII, com o surgimento de vários condomínios residenciais de grande porte nos últimos anos. Isso tem um impacto significativo no trânsito da região”, pontua Elmano Férrer.